Mal perfurante plantar: a úlcera nos pés diabéticos

Você já ouviu falar no mal perfurante plantar? Este é um problema comum em pacientes diabéticos, que normalmente apresentam diminuição ou perda da sensibilidade nos pés. Quando o paciente machuca o pé, ele não sente dor e acaba não percebendo as feridas que aparecem. Assim, a lesão se agrava, tornando o tratamento mais complexo e a cicatrização mais difícil. Essas feridas complexas são as úlceras plantares nos pés, o chamado “Mal Perfurante Plantar.

Sendo assim, é muito importante redobrar a atenção dada aos membros inferiores no caso de pessoas diabéticas. Pequenos fragmentos cortantes (em prego, uma quina afiada) ou até mesmo o sapato inadequado podem causar lesões.  Estas, se não tratadas, podem servir como porta de entrada para infecções e micro-organismos indesejados.

O controle rigoroso da glicemia é o modo mais importante de prevenção das complicações neurológicas e vasculares dos diabéticos. Porém, alguns outros cuidados podem ser úteis para evitar o aparecimento do mal perfurante plantar:

– Nunca andar descalço;
– Inspecionar diariamente a região abaixo do joelho;
– Cortar as unhas regularmente com ajuda de um profissional da saúde;
– Não utilizar calçados fechados sem meias;
– Sempre verificar o interior dos calçados antes de colocá-lo para se certificar que não há pedras, aspereza ou dobras no forro;
– Utilizar cremes diariamente nos pés;
– Usar técnicas que aliviam a pressão na proeminência óssea, como utilização de palmilhas, calçados especiais ou muletas, se necessário.

Caso apareça alguma feridinha, comece imediatamente um tratamento. Procure um profissional de saúde e obedeça aos procedimentos indicados por ele, que vão variar de acordo com a gravidade da lesão.

 

Dica da Profitus: para os casos de mal perfurante plantar, a Millitus Derm pode te ajudar. A nossa pomada da caixinha vermelha, produzida com extrato natural de urucum, estimula ativamente a cicatrização. Assim, é possível reduzir o tempo de tratamento da ferida e alcançar o bem-estar mais rapidamente. Indicado especialmente para pacientes diabéticos, mas também para os não diabéticos.

 

4 thoughts on “Mal perfurante plantar: a úlcera nos pés diabéticos

  1. Boa tarde. Sou auxiliar de um cirurgião plástico e às vezes temos casos de deiscência de sutura. Vocês indicam o uso desta pomada para isso…pois o tratamento normalmente com Dersani é satisfatória mas um pouco lento.

    1. Oi Nathaly.
      Muito obrigada pela sua mensagem.
      Indicamos sim, é exatamente nesses casos que a nossa pomada ajuda. O grande diferencial é que ela estimula ativamente a cicatrização pela regeneração dos tecidos.
      Posso te encaminhar nosso material detalhado para o profissional da saúde e recomendo muito que experimentem – com certeza vão gostar dos resultados.

      Um abraço

  2. Tenho úlcera varicosa há mais ou menos uns treze anos eu tinha uma ferida no tornozelo direito e cicatrizou e no tornozelo da perna esquerda tinha cicatrizado uma ferida e a outra faltava um filete para cicatrizar mais foi só eu piscar o olho a ferida que tinha cicatrizado abriu e a que estava quase cicatrizando abriu novamente.Ja fiz diversos tratamentos ,câmara hiperbárica, antibióticos, pomadas,bota de una sem nenhum resultado satisfatório,gostaria de saber qual é a pomada mais indicada para o meu caso.

    1. Oi Inês.

      Infelizmente a gente lê vários relatos como o seu todos os dias. A pomada indicada para o seu caso é a Millitus Derm, da caixinha vermelha. Temos excelentes resultados do uso dela em pacientes com úlcera varicosa.
      Você pode limpar bem a região, passar a pomada, cobrir com gaze e trocar o curativo todos os dias, ok?
      Depois conta pra gente os resultados que amamos saber.
      Um abraço.

Deixe o seu comentário